O pequeno produtor é responsável pela produção de metade dos alimentos cultivados no Brasil, sendo um pilar importante para o equilíbrio entre a cidade e o campo.

Com a Revolução Verde, que trouxe os insumos químicos para as lavouras, muitos pequenos produtores acabaram virando grandes produtores devido à mecanização e facilidade do plantio e colheita.

Esse movimento diminuiu o preço dos alimentos, e consequentemente o valor pago ao pequeno produtor, que se vê incapaz de competir com uma grande produção em escala. O resultado foi o êxodo rural que acompanhamos há anos em nosso país.

Nos últimos tempos, com a descoberta pelo grande público, dos malefícios causados pela produção agrícola convencional, nós vemos um aumento dos pequenos produtores orgânicos. Criando uma base sustentável de cultivo e respeitando a natureza, os pequenos produtores orgânicos e agroecológicos, promovem a biodiversidade em suas propriedades, e contribuem para a preservação da natureza.

Trabalhando de sol a sol e sempre plantando mais do que se colhe, o pequeno produtor merece nossa atenção nas feiras e cestas delivery.

A produção rural em pequena e média escala não tem incentivo do Estado no Brasil, por isso devemos parabenizar os nossos queridos produtores locais pela garra e persistência!

Consuma mais itens regionais e busque conhecer a época das hortaliças para adquirir sempre alimentos frescos e de qualidade!

Consuma localmente!

Obrigado pequeno produtor! Você é o futuro da Nova Era!

 

Texto: João Baranov

Instagram: @joaobaranov

Área de Atuação: Profissional de Permacultura, Artista

Arte Gráfica: @villaskohl

Projeto Editorial: Tess Villa